Camilo empurra para o fim de março decisão sobre sair do governo para concorrer ao Senado

 

O governador Camilo Santana (PT) afirmou, nesta terça-feira, 8, que deve anunciar até o final deste mês sua possível desincompatibliização do cargo para disputar vaga no Senado Federal. Durante inauguração do novo Complexo da Procuradoria Especial da Mulher, na Desembargador Moreira, o petista afirmou que já vem realizado sondagens junto a amigos e aliados polícos. 

Questionado sobre sua saída do governo e um futuro mandato da vice-governadora Izolda Cela (PDT), o petista reforçou: "Nós estamos trabalhando e avaliando essa perspectiva. Eu estou ouvindo uns amigos, aliados e a população. Eu gosto muito de ouvir as pessoas e, repito, eu não tenho projeto pessoal. Meu projeto sempre foi de ajudar o estado do Ceará (...) Eu estarei sempre à disposição pra cumprir essa missão. Até o final do mês nós vamos anunciar", disse o governador. 

O nome de Camilo como candidato a senador pelo PT foi aprovado no dia 29 de janeiro, em resolução do Diretório Estadual do Partido dos Trabalhadores no Ceará. Na reunião, foi aprovada ainda emenda que reforça a tese de manutenção da aliança entre PT e PDT no Estado para a eleição deste ano. 

No último mês, outra sinalização veio do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Em entrevista à Rádio Progresso, de Juazeiro do Norte, o petista afirmou que o correligionário cearense terá autonomia e será o responsável por escolher o candidato que concorrerá à sucessão no Ceará. Na ocasião, ele também reforçou a tendência do governador de ser candidato ao Senado pelo Estado neste ano.

“Acho que ele pode compor, não sei com quem ele vai compor. Sei que ele será candidato ao Senado, que vai escolher o candidato para sucedê-lo e que será uma pessoa que ele confia”, pontuou o ex-presidente.

No dia Internacional da Mulher, o governador destacou as iniciativas afirmativas ao público feminino e aproveitou para reforçar a meta do Executivo de encerrar obras do Governo do Ceará até abril, quando espera-se que saia da administração estadual para a disputa ao Senado. Uma das estruturas é a Casa da Mulher Cearense, inaugurada na terça nesta terça, em Juazeiro do Norte. O equipamento tem o intuito de amparar mulheres vítimas de violência doméstica.

Segundo Camilo, atualmente, três unidades da Casa da Mulher Cearense estão em construção no estado. Elas estão localizadas na região do Cariri, em Sobral e em Quixadá. "Teremos uma também em Crateús, no Sertão dos Inhamuns, e também na região lá em Tauá. Teremos uma em Iguatu, no Centro Sul", completou. 

O foco, segundo o governador, é ampliar as ações sociais para as mulheres através de uma rede de casas que atuem em conjunto com a Delegacia da Mulher, a Defensoria Pública, Tribunal de Justiça e Ministério Público. "Esse equipamento aqui da Assembleia se soma a uma série de outros equipamentos que nós possamos garantir a proteção e oportunidade e estimular o espaço das mulheres na sociedade cearense", completou. 
O povo

Postagem Anterior Próxima Postagem