Casal de pastores é preso por aplicar golpe do PIX em donos de lojas de roupa para revender produtos em igreja no Ceará

 
Um casal de pastores de uma igreja evangélica foi preso na sexta-feira (18) em Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza, suspeito de comprar peças de roupas e falsificar os comprovantes de pagamentos, que eram realizados via PIX. Os religiosos adquiriam as confecções de forma fraudulenta e realizavam a venda dos produtos na igreja onde eram membros. O prejuízo para uma das vítimas chegou a R$ 80 mil.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública, policiais civis da Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF) receberam a informação de que o dono de uma loja de roupas teria vendido cerca de mil reais em peças para um casal que, segundo investigações, já eram clientes desta vítima, e que o pagamento, assim como das outras vezes, seria de transferência via PIX.

Ao verificar que o dinheiro não foi debitado em sua conta, mas que já tinha enviado as peças, o proprietário da loja entrou em contato com investigadores, que de iniciaram as buscas a fim de investigar o caso.

Comprovantes falsificados

Ao chegar no endereço dos suspeitos, os policiais os abordaram. Eles não reagiram e confessaram o crime. Com base nos levantamentos investigativos, os suspeitos compravam as mercadorias, falsificavam o comprovante do pagamento via PIX e enviavam para as vítimas, que acreditavam que o valor seria debitado.

Foram apreendidos celulares, maquinetas de cartões e dezenas de peças de roupas que, segundo investigações, eram vendidas para membros da igreja, e, na ocasião, eles diziam ser peças de doações e que o valor arrecadado seriam destinados para ações sociais.

O homem e a mulher foram conduzidos à delegacia e autuados em flagrante por estelionato e falsificação de documentos. As investigações acerca do caso continuam, pois há indícios de que outros empresários foram vítimas.
G1 CE

Postagem Anterior Próxima Postagem