Confira como consultar se você tem direito ao Pis 2022 pela Caixa Econômica


O calendário de pagamento do Pis 2022 se aproxima da reta final com mais uma rodada de pagamento. Nesta terça-feira, 22 de março, o pagamento do abono será feito para trabalhadores nascidos em setembro. Ainda restam três lotes de pagamento do Programa de Integração Social (PIS) a serem feitos pela Caixa Econômica Federal.

Recebem o Pis, os trabalhadores da iniciativa privada com carteira assinada e renda de até dois salários mínimos. As liberações destaque do Pis 2022 têm valores que chegam a um salário mínimo, fixado em R$ 1.212 neste ano. O POVO explica abaixo como você pode fazer a consulta, quem tem direito, como sacar e detalha o calendário de pagamento.

Como consultar e sacar o Pis 2022?

O pagamento do Programa de Integração Social (Pis) ocorre por meio da Caixa Econômica Federal com base no mês de aniversário dos beneficiários. Os depósitos podem ser feitos por meio de crédito em conta corrente ou poupança do banco, depósito em conta de poupança social digital aberta no no Caixa Tem, ou ainda sacado diretamente nos caixas eletrônicos da Caixa com uso do cartão do cidadão.

Os beneficiários podem ainda fazer a consulta do pagamento por meio do aplicativo da carteira digital de trabalho ou pela central de atendimento da Caixa no telefone 0800 726 0207.

Calendário com tabela de pagamento do Pis de 2022 
  • Nascidos em janeiro recebem dia 8 de fevereiro
  • Nascidos em fevereiro recebem dia 10 de fevereiro
  • Nascidos em março recebem dia 15 de fevereiro
  • Nascidos em abril recebem dia 17 de fevereiro
  • Nascidos em maio recebem dia 22 de fevereiro
  • Nascidos em junho recebem dia 24 de fevereiro
  • Nascidos em julho recebem dia 15 de março
  • Nascidos em agosto recebem dia 17 de março
  • Nascidos em setembro recebem dia 22 de março
  • Nascidos em outubro recebem dia 24 de março
  • Nascidos em novembro recebem dia 29 de março
  • Nascidos em dezembro recebem dia 31 de março
Pis/Pasep 2022: como saber se eu tenho direito?

Tem direito ao abono salarial o trabalhador com carteira assinada que recebe até dois salários mínimos que esteja, há pelo menos cinco anos, inscrito no PIS/Pasep e tenha trabalhado pelo menos 30 dias no ano-base de pagamento. O valor do benefício varia conforme o número de meses trabalhados, atingindo o máximo de um salário mínimo (R$ 1.212) para quem trabalhou os 12 meses no ano-base de 2020.

Dinheiro esquecido no Pis/Pasep 2021 soma R$ 208 milhões; veja se você tem direito
Em 2022, cerca de 320 mil trabalhadores do setor público e privado terão uma segunda oportunidade para sacar o abono salarial do Pis/Pasep referente ano de 2019. Conforme levantamento do Ministério Público do Trabalho e Previdência, os valores não sacados somam montante de cerca de R$ 208 milhões. 

O saque dos valores esquecidos seguirá a mesma ordem de liberação do pagamento deste ano, porém, somente será liberado a partir do dia 31 de março. Aqueles que não sacarem o dinheiro até o fim do prazo, somente poderão ter acesso ao dinheiro no próximo ciclo de liberação, previsto para ocorrer no próximo ano. 

Para funcionários do setor público, beneficiários do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), ocorre, também nesta terça-feira, o primeiro depósito do ano. O Pasep é liberado pelo Banco do Brasil com base no último dígito da inscrição do trabalhador no programa. Os primeiros a receberem o abono serão aqueles com final do número de inscrição igual a 0 ou 1.
O povo


Postagem Anterior Próxima Postagem