Deputado Arthur do Val diz que mulheres ucranianas "são fáceis porque são pobres"; ouça


O pré-candidato ao Governo de São Paulo, Arthur do Val (Podemos-SP), conhecido como "Mamãe Falei", teve vazados áudios atribuídos a ele nos quais há atitudes sexistas contra mulheres refugiadas ucranianas. Na gravação, é dito que as ucranianas são "fáceis" de pegar por serem pobres. As mensagens teriam sido direcionadas a colegas do Movimento Brasil Livre (MBL). Atualmente, o deputado estadual está na Ucrânia com a alegação de ajuda aos refugiados. Os áudios foram tornados públicos nesta sexta-feira, 4.

"Vou te dizer, são fáceis por que elas são pobres", inicia o deputado. Nos áudios, é dito ainda que ele usou a quantidade de seguidores em suas redes sociais para atrair a atenção das mulheres. "Minha carta do Instagram, cheia de inscritos, funciona demais. Não peguei ninguém, mas eu colei em duas ‘minas’, em dois grupos de ‘mina’, e é inacreditável a facilidade”, relata o candidato aliado de Sergio Moro (Podemos).

Arthur do Val chega a chamar as mulheres ucranianas de Gold Diggers. O termo (que significa "garimpeiro", em tradução literal para o português) é usado para se referir a alguém que está em um relacionamento por dinheiro, status, ou fama. Uma pessoa interesseira.

Os arquivos de áudio foram divulgados pelo portal Metrópoles. Nas mensagens, as ucranianas nas filas de refugiados são comparadas com as mulheres nas filas de baladas brasileiras. “Só vou falar uma coisa para vocês: acabei de cruzar a fronteira a pé aqui, da Ucrânia com a Eslováquia. Eu juro, nunca na minha vida vi nada parecido em termos de ‘mina’ bonita. A fila das refugiadas… Imagina uma fila sei lá, de 200 metros, só deusa. Se pegar a fila da melhor balada do Brasil, na melhor época do ano, não chega aos pés da fila de refugiados aqui”, declara.

O deputado viajou ao lado de Renan Santos, um dos dirigentes do MBL. Nos áudios, é detalhada a estratégia que o parceiro utilizava para conquistar mulheres do leste europeu. Inclusive, ele explica que mulheres de cidades mais pobres seriam mais "fáceis". "O Renan faz uma viagem todo ano. Ele chama 'tour de blond'. O que que ele faz? Ele viaja os países e vai só para pegar loira. Só que ele tem técnicas já, ele já está avançado. Para começar que ele fala sueco, então assim, o cara é viciado nisso. E ele me deu umas dicas", inicia.

"Por exemplo: você nunca pode ir para cidades litorâneas. Você nunca pode ir para as cidades que têm as melhores baladas. Você tem que ir para as cidades normais, porque aí você pega as minas assim. Você não pega ela na balada, você não pega ela na praia. Você pega ela no mercado. Você pega ela na padaria. Essas cidades mais pobres, elas são as melhores", explica Arthur do Val.

Nos áudios, o pré-candidato ao Governo de São Paulo concluiu que vai voltar ao país assim que a guerra com a Rússia passar. "E eu nem peguei ninguém aqui, mas só a sensação de saber que eu poderia fazer e sentir como alguém... Enfim, já sabem, né [risos]. Já estou comprando a minha passagem para o leste europeu pro ano que vem assim que eu chegar em São Paulo", disse.

Nesta sexta-feira, 4, o MBL declarou que está averiguando o conteúdo. Integrantes da organização, no entanto, afirmam não terem recebido as mensagens em seus grupos de WhatsApp. De acordo com o portal Metrópoles, a assessoria de imprensa do parlamentar declarou que estava tentando entrar em contato com o deputado.

Ouça o áudio completo:


O Povo Online
Postagem Anterior Próxima Postagem