Em um ano, preços nos supermercados do Ceará disparam mais de 810%


Os preços de alimentos e produtos nos supermercados de Fortaleza tiveram alta de até 817,35%, aponta estudo do Departamento Municipal de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor (Procon Fortaleza). O levantamento foi divulgado nesta quarta-feira (30).

O órgão comparou os menores preços dos produtos, em fevereiro de 2021, com os maiores preços registrados na última pesquisa, realizada entre os dias 7 e 10 deste mês. Dos 61 produtos que se repetiram na pesquisa anterior e no levantamento atual, nenhum teve redução de preço. Pelo menos 20 produtos subiram mais de 100%.

De acordo com o órgão, o quilo do mamão subiu oito vezes no período analisado, indo de R$ 0,98 a R$ 8,99, uma variação de 817,35%. Refrigerantes, arroz e feijão foram os itens que menos variaram de preços no período, subindo respectivamente de R$ 6,99 para R$ 7,99 (14,31%), R$ 4,99 para R$ 5,99 (20,04%) e R$ 6,75 para R$ 8,49 (25,78%).

GC Mais
Postagem Anterior Próxima Postagem