Falso médico é descoberto após amputar perna de vítima em acidente

 

Acusado de praticar medicina sem licença, Gerson Lavísio, de 32 anos, foi descoberto após determinar a amputação da perna de uma vítima de acidente envolvendo três caminhões em Lavrinhas, no interior de São Paulo, no domingo (13/3). Ele trabalhava na concessionaria CCR, que administra a Rodovia Presidente Dutra.

A decisão sobre o procedimento cirúrgico chamou a atenção de médicos, que acionaram a Polícia Rodoviária Federal. Lavísio foi detido por exercício ilegal da medicina, na manhã desta terça-feira (15/3), na Rodovia Presidente Dutra, área rural de Pindamonhangaba, litoral norte.

Em nota, a Secretaria de Segurança de São Paulo informou que “policiais rodoviários federais receberam denúncia sobre um indivíduo que estaria trabalhando como médico ilegalmente e foram até o local citado, onde detiveram o suspeito. Ele confessou que não é médico, apenas fez curso de socorrista”.

O suspeito acabou liberado após assinatura de um termo circunstanciado. O caso foi registrado pelo 1º DP de Pindamonhangaba e encaminhado ao Juizado Especial Criminal (Jecrim). Procurada, a concessionária que administra a rodovia ainda não se manifestou. O Metrópoles não conseguiu contatar a defesa do acusado.

Metrópoles


Postagem Anterior Próxima Postagem