Idosa faz vídeo para provar ao INSS que está viva: “Não estou morta!”


Uma idosa de 84 anos está com o pagamento atrasado há mais de um ano e tenta provar ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que está viva: “Eu não estou morta, só quero receber”, disse Juracy Abreu de Salles, em vídeo divulgado nas redes sociais.

Em fevereiro de 2021, dona Juraci, moradora de Campo Grande, zona Oeste do Rio, teve o pagamento suspenso. Em março, ela foi até o INSS da Unidade Engenheiro Trindade, em Campo Grande, para entregar a documentação necessária, mas nada foi resolvido.

Em julho de 2021, a documentação teria sido confundida no sistema com a do marido de dona Juracy, falecido há 20 anos. A partir daí, o INSS considerou a senhora como se também tivesse ido a óbito. A família alega que toda documentação já está com o INSS e nada foi resolvido no momento. Além de estar sem o pagamento, há 15 dias a idosa teve um acidente vascular cerebral (AVC).

Em um pedido de ajuda ao lado da nora, dona Juracy segura um cartaz com os dizeres: “Eu não estou morta! Eu estou viva INSS! Eu só quero receber. Devolve meu pagamento”. “Em março do ano passado estive no Centro de Referência e Assistência Social (Cras), além disso fiz a prova de vida no banco em janeiro. Por que cortaram meu pagamento?, disse a idosa em entrevista ao Extra.

Ela passa os dias sentada olhando para nada, triste, sem vontade de viver. Nós temos ajudado com as contas da casa, com a alimentação, remédios, mas ela não se anima”, disse a nora de D. Juracy, Ana Lúcia Santana, 40, que aparece no vídeo com a idosa.

Metrópoles
Postagem Anterior Próxima Postagem