Laboratório recolhe remédio Losartana por risco de causar câncer em pacientes


Na última quinta-feira (3), o laboratório Sanofi Medley anunciou que irá recolher todos os lotes do medicamento anti-hipertensivo Losartana Potássica, da marca Medley.

A Losartana Potássica é utilizada, principalmente, no tratamento da hipertensão arterial, ao atuar como bloqueadora dos receptores da angiotensina II. O medicamento integra a lista de medicamentos distribuídos gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Além disso, é considerado como um grande aliado no combate das doenças cardíacas, de proteção aos rins em pacientes com Diabetes tipo 2 e na recuperação após ataques cardíacos.

A empresa farmacêutica anunciou o recall do medicamento após constatar a presença de impurezas mutagênicas em sua fórmula, responsáveis por provocar riscos à saúde dos usuários. Segundo o laboratório, as impurezas detectadas podem causar alterações no DNA, o que aumenta, a longo prazo, o risco de desenvolvimento de câncer.

Os produtos a serem recolhidos são:

  • Losartana potássica + hidroclorotiazida 50 mg + 12,5 mg;
  • Losartana potássica + hidroclorotiazida 100 mg + 25 mg;
  • Losartana potássica 50 mg;
  • Losartana potássica 100 mg.

O recall é voluntário e o processo de devolução do medicamento é gratuito para os consumidores. Entretanto, é importante consultar seu médico para orientar sobre a devolução e também sobre o seguimento do tratamento. Para mais informações, é possível entrar em contato com a fabricante por meio do Serviço de Atendimento ao Consumidor da Medley, pelo telefone 0800-703-0014.

TV Jornal
Postagem Anterior Próxima Postagem