Mãe que abandonou criança em lixão no interior do Ceará é presa ao se apresentar à Polícia


Foi presa nesta quinta-feira (24), Francisca Gomes de Melo, 41 anos. Ela é suspeita da morte do seu próprio filho, um recém-nascido. O crime foi registrado no último dia 14 deste mês, no município de Independência. A prisão se deu, por meio do cumprimento de um mandado de prisão preventiva. Os inspetores realizaram as devidas investigações. Após oitivas e diligências coordenadas por uma equipe da Delegacia Regional de Crateús da Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE).

Os policiais civis tomaram conhecimento do caso por meio de um Boletim de Ocorrência (BO), quando profissionais, que coletam lixo na região de Independência, relataram que haviam encontrado uma criança, já sem vida, dentro de um saco de lixo, envolta a uma peça de roupa. Com base nas informações iniciais, o bebê, do sexo masculino, ainda estava com o cordão umbilical, o que indica que ele foi jogado logo após o seu nascimento.

Com base em todos os detalhes sobre o caso, oitivas e diligências apontaram que ela escondeu a gestação para familiares e pessoas próximas, bem como não teve acompanhamento médico. Os indícios indicam, ainda, que ela já premeditava o crime. Diante dos fatos, os investigadores representaram pela prisão preventiva dela, que foi acatada pelo Poder Judiciário.

Com o mandado de prisão preventiva em mãos, ela foi localizada e presa hoje, em Crateús. A suspeita vai responder pelo crime de homicídio qualificado. O laudo da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), sobre a causa da morte, indicou que o recém-nascido morreu por inanição e desidratação. O caso foi concluído e remetido à Justiça.

Blog do Manuel Sales
Postagem Anterior Próxima Postagem