Médico de 71 anos é preso suspeito de crime de importunação sexual contra paciente no interior do Ceará


A Polícia prendeu um médico de 71 anos na última terça-feira (29), no município de Orós, que fica na região Sul do interior do Ceará. O suspeito, que não teve identidade revelada, é investigado por praticar atos libidinosos contra uma paciente de 22 anos, durante o atendimento. A mulher seria submetida a uma cirurgia na genitália em um hospital do município de Orós, no interior do Ceará.

De acordo com a Polícia, depois de trancar a porta do consultório, o médico tentou praticar atos libidinosos com a mulher, no momento da realização de exames íntimos. A vítima ficou assustada e saiu rapidamente do local. Ela buscou uma delegacia para denunciar o crime.

O suspeito foi preso e levado para a cadeia do município de Icó. Já a paciente foi encaminhada para a cidade de Iguatu para a realização de exames.

A Secretaria Municipal de Saúde de Orós, responsável pela gerência do Hospital e Maternidade Luzia Teodoro da Costa, onde o caso aconteceu se pronunciou sobre o caso. O órgão revelou que ao tomar conhecimento da situação, o médico foi afastado do plantão e foi desligado do quadro de funcionários do município.

O médico negou as declarações denunciadas pela vítima. O crime de importunação sexual tem pena prevista de 1 a 5 anos, através do artigo 215 do Código Penal.

GC Mais
Postagem Anterior Próxima Postagem