Morador de rua espancado por personal é convidado para ser candidato a deputado


Pelo menos quatro partidos políticos tentam contato com Givaldo Alves de Souza, 48 anos, o morador de rua espancado pelo personal trainer Eduardo Alves, em Planaltina, após ser flagrado mantendo relações sexuais com a esposa dele, para lançá-lo como candidato a deputado nas próximas eleições.

Os convites ocorrem após a entrevista concedida em primeira mão ao Metrópoles pelo andarilho viralizar também nas redes sociais.

De acordo com as legendas, a ideia seria lançá-lo na disputa por uma cadeira na Câmara dos Deputados ou na Câmara Legislativa (CLDF).

Metrópoles
Postagem Anterior Próxima Postagem