Mulher desmaia após ficar com vibrador preso na vagina


Uma norte-americana revelou que foi hospitalizada em estado grave depois que um brinquedo sexual em potência elevada ficou preso dentro dela e a levou ao desmaio. Conhecida em seu perfíl no TikTok apenas como @_alashawn2, a oficial do Exército explicou em um vídeo que queria melhorar sua vida sexual e a sua relação com o próprio corpo quando decidiu comprar um vibrador. Ela escolheu um modelo de sugador, objeto que tem feito sucesso para estimulação clitoriana.

Quando o usou, a tiktoker se sentiu satisfeita e passou a configurá-lo para melhorar seu desempenho e, segundo seu relato, passou também a tentar inseri-lo na vagina. "O brinquedo tem 10 configurações diferentes. Então um dia eu decidi experimentar todas as suas funções rapidamente", contou ela, aos seus seguidores.

"Mas eu não deveria ter feito isso, porque apenas os níveis um e dois já estavam me mandando para o céu todas as vezes em que experimentei. Eu aumentei a velocidade para o nível seis, que é uma vibração diferente com pequenas sucções", descreveu a tiktoker. Contudo, a mulher entrou em pânico quando o vibrador em sua configuração elevada começou a machucar e ela não conseguiu retirá-lo de seu corpo.

"Estava eufórica com aquele brinquedo, mas de repente percebo que não consigo tirá-lo de mim. Tentei puxá-lo e não saía de jeito nenhum, a ventosa não estava se movendo. Eu não consegui me levantar porque meu corpo está tão fraco e acabei no chão. Foi assim que desmaiei". E acrescentou: "aquilo quase me matou". O incidente reforça um pedido dos fabricantes para que se atente aos usos específicos de cada vibrador e que o usuário cheque se o seu é feito para estimulação clitoriana ou para ser inserido na vagina.

Quando recuperou a consciência, a militar já estava em uma cama de hospital. Devido ao incidente, ela precisou ser temporariamente afastada de suas funções nas Forças Armadas. Ela explicou que a compra foi uma forma de exercitar a liberdade sobre seu corpo e sua vida particular. "Basicamente, estou no exército, estou longe de casa há quase um ano. Então, para mim, significava fazer o que tenho vontade. Por isso que comprei esse brinquedo." No fim das contas, no momento em que voltou para seu alojamento, a militar se desfez do vibrador. "Quando voltei, joguei aquilo fora".

Portal UOL
Postagem Anterior Próxima Postagem