Mulher flagra marido com outra e homem acaba preso por suspeita de estupro

 

Um homem de 24 anos foi preso por suspeita de estupro, após ser flagrado pela esposa dormindo com outra mulher. A esposa ainda agrediu e ateou fogo aos pertences da vítima, de 20 anos, que não lembra como chegou até a residência do casal. O caso aconteceu em Contagem, na Grande BH, nessa quarta-feira (2). A Polícia Civil investiga a possibilidade de estupro as agressões contra a jovem.

A vítima relatou aos militares que foi até o bairro Parque São João por volta das 0h, depois do trabalho, entregar documentos para o ex-namorado, que havia solicitado os papéis. O homem não estava na casa que reside no bairro e ela ficou aguardando com alguns conhecidos. Mesmo após conseguir entregar os documentos para o irmão do ex, ela permaneceu com o grupo, que bebia em um bar na região.

A partir daí, a jovem disse aos militares que as lembranças são confusas e ela desconfia que tenha sido dopada. Segundo ela, o suspeito se juntou ao grupo posteriormente. Ela afirmou que só se lembra de estar caminhando em uma rua do bairro, junto de algumas pessoas, incluindo o suspeito. Em depoimento à Polícia Civil, a mulher demonstrou não estar segura do que aconteceu.

Flagra

No dia seguinte, a esposa do suspeito chegou em casa pela manhã e encontrou o marido e a jovem nus, dormindo na cama do casal. Ela começou então a agredir a mulher e a colocou para fora de casa, sem as roupas e sem os pertences. Em seguida, a esposa ateou fogo nas roupas e no celular da jovem. A mulher também teve uma discussão com o marido, que acabou em uma briga com agressões mútuas.

A vítima foi acolhida por um homem que presenciou a situação. Ele ofereceu roupas para ela e acionou os militares. A jovem relatou que não se lembra de como chegou até a casa do casal e desconfia que tenha sido dopada. Ela recebeu atendimento médico no Hospital Municipal de Contagem e depois foi liberada.

A versão do suspeito

O homem relatou aos militares que conheceu a jovem em uma festa que acontecia no bairro. Segundo ele, os dois beberam juntos e consumiram loló. Em seguida, por convite dele, os dois foram juntos para a casa onde ele vivia com a esposa. No local, ele alegou que fizeram sexo consensual. O suspeito também afirmou que a jovem não sabia que ele era casado.

A esposa foi presa por lesão corporal e dano ao patrimônio. Segundo a Polícia Civil, a jovem manifestou interesse em representar criminalmente a mulher pelas agressões e pelos danos materiais.

O homem foi detido por violência doméstica e pela suspeita de estupro de vulnerável. No entanto, o casal decidiu não representar criminalmente pelas agressões mútuas. A Polícia Civil aguarda o resultado dos exames de corpo de delito e toxicológico para apurar a possibilidade de estupro. “A investigação tramita a cargo da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher de Contagem para a completa elucidação dos fatos”, acrescentou a corporação em nota enviada ao BHAZ.

BHAZ

Postagem Anterior Próxima Postagem