Peritos médicos do INSS entram em greve e paralisam atendimentos em agências

Foto: Helene Santos

Os peritos médicos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) decidiram entrar em greve, nesta quarta-feira, 30. É mais uma paralisação dos profissionais que estão na luta por melhores condições de trabalho e salário.

Segundo o jornal Extra, a categoria reivindica reajuste salarial de 19,99% para recompor as perdas com a inflação de 2019 a 2022; a fixação do número máximo de 12 atendimentos presenciais como meta diária para os médicos peritos; e a realização imediata de concurso público para o preenchimento de três mil vagas.

Por causa dessa paralisação, os atendimentos nas agências tiveram que ser reagendados. A Associação Nacional dos Médicos Peritos (ANMP) estima que pelo menos 85% desses servidores tenha aderido à mobilização, com variações dependendo da região do país.

A greve dos servidores do INSS está na segunda semana. A paralisação suspendeu o atendimento presencial em várias cidades. Vários estados já aderiram ao movimento. De acordo com as entidades sindicais, os servidores não faziam greve há 5 anos, mas as condições de trabalho ficaram insustentáveis. A adesão dos peritos reforça a mobilização da categoria.
Postagem Anterior Próxima Postagem