Professor leva churrasqueira para escola e queima máscaras


Após a liberação do uso de máscaras no estado de São Paulo, na última quinta-feira (17/3), um professor estadual levou para a escola em que trabalha, na zona sul da capital, uma churrasqueira para que ele e alunos queimassem a proteção facial.

O caso aconteceu na sexta-feira (18/3), na Escola Estadual Francisco de Paulo Vicente Azevedo, no Jardim Ângela. Na ocasião, um estudante registrou o momento com entusiasmo.

Na gravação, é possível ver o momento em que o professor joga álcool em uma pilha de máscaras que estava dentro da churrasqueira. Alunos comemoram a atitude. Em um trecho um deles diz: “Ae, professor coloca fogo”. E completa: “estamos livres desse coronavírus”.

A Secretaria de Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP) se manifestou e disse repudiar qualquer ato que coloque em risco a segurança dos alunos. A pasta também afirma que está apurando o caso para que todas as medidas cabíveis sejam tomadas.

Metrópoles
Postagem Anterior Próxima Postagem