Proprietário de provedor de internet é preso com mais de 3 mil metros de cabos furtados, no Ceará


Uma investigação minuciosa desenvolvida pela Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE) resultou na prisão de um homem de 33 anos, suspeito de receptação. O alvo, que é dono de uma empresa provedora de internet, situada no bairro Mondubim, em Fortaleza, foi preso em flagrante nessa segunda-feira (7), em posse de mais de três mil metros de cabo óptico que foram desviados e furtados de outras empresas de distribuição de internet.

Os trabalhos investigativos foram apresentados nesta quinta-feira (10), em coletiva de imprensa que ocorreu na Delegacia Geral da Polícia Civil. A ação coordenada pela Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC) teve início quando os policiais civis tomaram conhecimento de que um veículo de modelo Prisma, de cor prata estaria sendo utilizado para realização de ações delituosas em bairros da Capital.

Com a localização do deferido carro, os agentes encontraram, já no bairro Mondubim, o transporte que estava em posse de um homem de 29 anos. Indagado sobre o que ele transportava, o homem informou que estava deixando alguns cabos e roteadores para uma empresa provedora de internet onde ele trabalha, também no bairro Mondubim.

De lá, os agentes foram até a empresa citada, onde foram recebidos por José Vagner Rodrigues Paiva, de 33 anos. Ele, que não reagiu ao trabalho policial, e é proprietário da empresa, informou que havia comprado os cabos ópticos, mas não estaria com as notas fiscais. Os três mil metros de cabos ópticos que continham numeração e  identificação com nome de empresas, como Mobi, e Vivo, além de 58 roteadores, celulares e o veículo, foram apreendidos pelos policiais. Vagner recebeu voz de prisão e foi conduzido à DRFVC, onde foi autuado em flagrante por receptação.

Um inquérito policial foi instaurado a fim de identificar a participação do motorista nos desvios e furtos dos cabos, bem como identificar a participação de outras pessoas neste crime. As investigações e diligências continuam.

Só em 2022, quase quatro toneladas de fios furtados foram recuperados no Ceará
A fim de combater os furtos de fios de cobres e prender todos os envolvidos nestas ações criminosas, incluído os receptadores, as forças de segurança já apreenderam quase quatro toneladas de fios furtadas, a maioria de empresas de telefonia e internet.

Com base nas informações policiais, as prisões e apreensões ocorrem durante os três primeiros meses deste ano, onde uma mega operação das Polícias Civil e Militar realizam, de forma ininterrupta, fiscalizações em sucatas e em outros estabelecimento comerciais situados em bairros de Fortaleza e os demais município do Estado. Além das apreensões, 15 pessoas envolvidas na receptação e nos furtos foram autuadas em flagrante. 

Ascom SSPDS
Postagem Anterior Próxima Postagem