Tutores abandonam cachorro por acreditarem que ele é gay


Um cachorro chamado Fezco foi abandonado pelos tutores no condado de Stanley, no estado da Carolina do Norte, Estados Unidos, porque eles acreditavam que o animal fosse gay. De acordo com relatos nas redes sociais, o cão, que tem entre quatro e cinco anos de idade, é dócil e se dá bem com todo mundo, pessoas e outros animais.

Fezco foi deixado na rua após os ex-donos virem ele cruzando com outro cão macho. A Sociedade Americana de Prevenção da Crueldade contra Animais esclarece em publicação que “machos montando em machos (bem como em pessoas e objetos) e mesmo se masturbando são comportamentos normais exibidos pela maioria dos cães”.

Ainda assim, os ex-tutores de Fezco acreditavam que seu comportamento era a prova de que ele estava sexualmente atraído por outros machos e, portanto, não podia ficar sob o teto deles. Internautas definiram o comportamento dos ex-donos como “odioso” e “vergonhoso”.

O canal de notícias norte-americano WCCB, de Charlotte, fez uma postagem no Facebook divulgando que os Serviços de Proteção Animal de Albemarle disseram que Fezco está em abrigo à espera de uma nova família. O órgão garante que o cão é “um bom menino” e é descrito como dócil e carinhoso.

Correio Braziliense
Postagem Anterior Próxima Postagem