Adolescente que planejava atear fogo em escola no Ceará é descoberto pela polícia com faca e gasolina


Um estudante de 16 anos planejou atear fogo em uma escola pública da rede estadual de ensino, em Pacajus, na Grande Fortaleza, na tarde desta terça-feira (26). Com ele, os agentes de segurança encontraram uma faca e gasolina, além de um mapa da unidade de ensino mostrando salas de aula, cozinha, entrada e saída de emergência.

A Secretaria da Segurança Pública (SSPDS) informou que equipes da Polícia Militar foram chamadas para atender a denúncia de um ato infracional análogo ao crime de ameaça, que teria sido praticado pelo adolescente. Segundo a polícia, a motivação do estudante era o fato de uma aluna não correspondê-lo.

A SSPDS afirmou que o caso foi registrado na Delegacia Metropolitana de Horizonte e transferido para a Delegacia Metropolitana de Pacajus, que investiga o fato. A SSPDS informou ainda que o Batalhão de Policiamento de Prevenção Especializada (BPEsp) da PM acompanha o caso junto ao Conselho Tutelar da cidade.

Apoio do Conselho Tutelar

Já a Secretaria da Educação (Seduc), por meio da Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação (Crede) 9, responsável pelas escolas da região, acompanha a situação e adotou as providências cabíveis. A Seduc afirmou que o Conselho Tutelar vai entrar em contato com a família do estudante. As aulas seguem normais. Nenhum aluno ficou ferido.

A Seduc reforçou que a orientação é para que os fatos sejam apurados na legalidade, assegurando a proteção ao sigilo individual dos estudantes adolescentes. A secretaria disse ainda que políticas de combate à violência serão fortalecidas na escola e que a gestão escolar foi orientada a conversar com as famílias. Da mesma forma, com os estudantes, que também serão acompanhados por profissionais da área da psicologia.

G1 CE
Postagem Anterior Próxima Postagem