Após ameaçar servidora pública com uma arma de fogo, médico é preso em flagrante com arsenal em casa no Ceará


Um médico foi preso em flagrante, nesta sexta-feira (29), por posse irregular de arma de fogo, no Bairro Granjeiro, no Crato, a 508 km de Fortaleza. O médico foi alvo de um mandado de busca e apreensão devido a uma investigação de ameaça contra uma servidora pública, conforme a Polícia Civil. O homem pagou fiança e foi liberado.

Segundo a polícia, o médico de 72 anos estava com um arsenal em casa. Com ele os agentes apreenderam seis armas, sendo dois revólveres, quatro espingardas, além de mais de 200 munições e um silenciador. Todo armamento não possuía registro.

As investigações apontam que o médico foi até a sede da Secretaria de Finanças da Prefeitura do Crato, em março deste ano, para negociar débitos de R$ 16 mil no Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU).

Conforme a polícia, ao saber o valor, o médico ficou alterado e passou a constranger a servidora pública e exigiu que fossem retirados os juros, as multas, uma ação de execução fiscal em andamento e que o nome fosse retirado do Sistema de Proteção ao Crédito (SPC).

As investigações apontaram ainda que, em seguida, o homem levantou a camisa e mostrou estar armado. A servidora pública e colegas compareceram à delegacia e denunciaram o médico. A Polícia Civil obteve um mandado de busca e apreensão, resultando na apreensão do arsenal.
G1 CE

Postagem Anterior Próxima Postagem