Cearense é morta a facadas pelo ex-marido no Rio de Janeiro


Uma jovem de 20 anos, natural de Sobral, no interior do Ceará, foi morta a facadas pelo ex-marido no Complexo da Maré, no Rio de Janeiro, na noite desta quinta-feira (31). A jovem morava com os pais desde janeiro, quando decidiu se separar do suspeito do crime. Ela foi morta após uma discussão.

Familiares de Haisalana Rodrigues afirmam que ela não mantinha mais relacionamento com o ex-marido, que seria pastor evangélico. Segundo eles, a vítima estaria separada a seis meses do marido, devido ao comportamento violento dele. Uma tia da vítima que prefere não se identificar disse o suspeito invadiu a casa dos pais da jovem e cometeu o crime. Haisalana ainda chegou a ser socorrida para uma unidade hospitalar, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

"Ela ficava aqui comigo direto, praticamente. Inclusive, na quarta à noite, que foi a noite anterior ao acontecido, a filha dela dormiu aqui. Eu tenho uma filha de quatro anos e elas são muito unidas. Quando foi na quinta pela manhã, horas antes do acontecido, ela veio aqui", disse uma tia da vítima, que pede justiça pela morte da jovem.

Haisalana era estudante de enfermagem e deixa uma filha de cinco anos. "Além de sobrinha, era minha afilhada. Éramos como irmãs. Queremos justiça, por mais que não vá diminuir a dor nem trazer minha Allana de volta", afirma a familiar.

Em nota, a Delegacia de Homicídios do Rio de Janeiro informou que realiza buscas para identificar o autor do feminicídio, e que parentes e amigos da vítima serão chamados para prestar depoimento. O corpo de Haisalana será velado na manhã deste sábado (2) no Rio de Janeiro. O sepultamento ocorre em seguida.
G1 CE
Postagem Anterior Próxima Postagem