Conheça o caso de uma mãe que é deficiente visual e era agredida pelo filho na zona rural de Tamboril


Os casos de violência doméstica em Tamboril, cresceram ao longo dos últimos meses de forma assustadora. As agressões praticadas são identificadas tanto na cidade como no interior. Na maioria das vezes, as vítimas não denunciam seus algozes por medo de retaliações futuras.

O caso mais recente em Tamboril, aconteceu na comunidade de Água Fria, zona rural do município. A aposentada Maria da Conceição Bezerra, 65 anos, sofreu agressões praticadas pelo próprio filho. Segundo ela disse aos policiais do Destacamento da Polícia Militar, as atitudes do filho já vinham acontecendo há um certo tempo.

Além da idade, a vítima é deficiente visual e nem isso impediu o filho de agredi-la. O acusado, João Marques, 47 anos, chegou em casa na quarta-feira, 13 de abril, embriagado e passou a promover as agressões contra a mãe. Uma moradora da comunidade disse à reportagem que ele bateu, puxões de cabelos da vítima e até ameaçou a mesma. O mais grave foi dizer que a mãe era de todo homem e que queria manter relações carnais com ela.

Mesmo diante da triste situação, a aposentada consegui pedir socorro. Uma filha foi ao local verificar o que tinha ocorrido e acabou tendo que acionar a Polícia Militar. No local, os policiais fizeram buscas, mas o acusado fugiu antes da chegada da composição.

A família vai procurar a justiça e pedir proteção e medidas protetivas para que a idosa não venha mais sofrer tais agressões. “Zé Cantor” como é conhecido o autor, segue foragido.

Manuel Sales
Postagem Anterior Próxima Postagem