Famílias de baixa renda receberão kits para substituir TVs parabólicas


O Ministério das Comunicações informou nesta terça-feira (19/4) que as famílias de baixa renda que têm registro no Cadastro Único (CadÚnico) receberão kits para substituir antenas parabólicas. Com a medida, o governo espera beneficiar 10,5 milhões de famílias inscritas no CadÚnico.

Atualmente, cerca de 20 milhões de famílias brasileiras usam o sinal aberto e gratuito via satélite na chamada “Banda C”. Esse sinal deve ser substituído para a “Banda Ku”, para evitar interferências na faixa de 3,5 GHz — reservada para a rede 5G, que começa a operar no país a partir de julho.

“[A substituição] Garante mais qualidade de imagem e som com menos uso de banda satelital”, afirmou o diretor de Inovação, Regulamentação e Fiscalização do Ministério das Comunicações, Otávio Caixeta.

Metrópoles
Postagem Anterior Próxima Postagem