Gaviões da Fiel vai fazer sátira gay de Bolsonaro em desfile de Carnaval


A Gaviões da Fiel, escola de samba que vai desfilar no segundo dia do grupo especial no Anhembi, em São Paulo, no próximo sábado (23/4), vai levar para a avenida temas como racismo, fascismo e outras opressões em uma sátira ao presidente Jair Bolsonaro (PL). O carnavalesco é Paulo Barros.

Bolsonaro será interpretado por Neandro Ferreira, na ala Governantes e Generais. "Vou vir como um Bolsonaro bem gay, bichíssima, dando muita pinta", disse Neandro ao jornal Folha de S.Paulo. Placas com o dizer "Fora Bolsonaro" também são previstas.
 
“Só aceitei desfilar porque o tema da escola me representa muito, é ‘basta’. Estou super empolgado e isso me atraiu. Sou muito engajado na causa antifascista e o fato do enredo ser contra o Bolsonaro e pelo fim do machismo em nossa sociedade tem tudo a ver comigo”, afirmou.

Entre os compositores do samba-enredo está o humorista Marcelo Adnet, que levará para a avenida uma letra recheada de sátiras. "Sou eu, o filho dessa pátria-mãe hostil. Herdeiro da senzala Brasil. Refém da maculada inquisição. Axé meu irmão", diz o início do samba-enredo.

Estado de Minas
Postagem Anterior Próxima Postagem