Jovem sofre agressão coletiva durante festa em casa de shows no interior do Ceará


Uma jovem de 22 anos procurou a Delegacia de Polícia Civil para denunciar uma agressão coletiva que sofreu durante uma festa no município de Crateús, a 350 quilômetros de Fortaleza. Ela disse ter sido espancada por um grupo de pelo menos cinco mulheres, na madrugada do último domingo, 17, nas dependências de uma casa de shows.

As agressões aconteceram a poucos metros do palco, conforme o relato, com registros de câmera de celular pouco nítidos feitos por quem participava do evento.

Nas imagens, a vítima aparece encurralada por um grupo de mulheres, que a agridem simultaneamente com socos, chutes e puxões de cabelo. As cenas chamaram a atenção da maioria dos presentes, mas ninguém interveio na situação.

Depois de um tempo, é possível ver que um homem se coloca entre as agressoras e tenta impedir a continuidade da violência, mas também acaba sendo empurrado por uma das mulheres do grupo.

"Vão matar a menina, mano", disse o homem que filmava o espancamento. Em seguida, a gravação foi finalizada. Ainda não se sabe o que teria motivado as agressões.

O POVO procurou a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) para saber mais detalhes sobre a ocorrência. Por meio de nota, a pasta informou que o caso foi registrado como lesão corporal dolosa, quando há a intenção de ofender a integridade corporal ou a saúde de outra pessoa, e que um inquérito foi aberto na Delegacia Regional de Crateús para investigar as agressões.

No âmbito das apurações, já foram realizadas oitivas com testemunhas, e a previsão é que mais pessoas envolvidas no caso prestem depoimento nos próximos dias. 
O povo
Postagem Anterior Próxima Postagem