Março termina com volume de chuvas 85% acima da média em Santa Quitéria

Canoa no distrito de Macaraú (Foto: Hieda Nobre)

Tom Jobim canta em sua música, as águas de março fechando o verão. O mês que se encerrou ontem foi bastante promissor em relação as chuvas em Santa Quitéria, que diferente de fevereiro, o inverno irrigou em praticamente todo o município e dando uma sobrevida nas expectativas do povo do campo.

De acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), o distrito de Trapiá foi o local mais chuvoso neste período, chovendo 85,1% a mais do que o esperado e acumulando um total de 398,6 milímetros. Na sede, foram contabilizados 284.7, superando em 24,3% para todo o março.

Fonte: Funceme

Tal cenário foi permitido devido, em maior parte, à proximidade da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), que é o principal sistema indutor de chuvas no Ceará nesta época do ano.

Saco do Belém foi o distrito com o menor registro, porém dentro da média com 125.1 mm. Para o agricultor Anastácio, que reside na localidade, há uma esperança para o abril que se inicia. “As plantas estão desenvolvendo bem, a terra tá muito molhada e está chovendo, não tem dúvida que vai ter uma safra normal”, conta.

Já o senhor Alcides, da vila São Damião, também vê um prognóstico otimista de colheita para a frente. “Plantei jerimum, gergelim, melancia, maxixe, tudo organizado. Muito bem molhado, há altos e baixos, mas tô com fé no feijão”, afirmou.

No fim de fevereiro, a Funceme divulgou prognóstico para as chuvas no trimestre março, abril e maio no Ceará. Os dados divulgados apontavam 35% de chance de ficar abaixo da média histórica de chuvas. Em relação aos outros cenários, o órgão cearense indicava que há 45% de chance da média ficar dentro da normalidade e 20% acima do valor histórico. 

Colaborou o repórter Júlio Gaúcho, da rádio Itataia
Postagem Anterior Próxima Postagem