Pedaço de terra se desprende, atinge embarcação e assusta moradores


Moradores da cidade de Afuá, localizada no arquipélago do Marajó, no Pará, se depararam com uma cena que assustou quem presenciou. Um pedaço de terra flutuante se desprendeu de uma ilha e foi em direção a orla do município. Conhecida como "terras caídas", esse fenômeno ocorre em decorrência de um processo erosivo e pode ter diferentes dimensões. A vista percorrendo o Rio Amazonas tem o tamanho maior do que um campo de futebol.

Embora assuste, o fenômeno é comum na região e, geralmente, não traz riscos a biodiversidade. Os possíveis danos associados as "terras caídas" consistem quando elas atingem embarcações ou desce para a costa.

Em entrevista ao portal G1 do Pará, a professora aposentada da Faculdade de Geografia da Universidade Federal do Pará (UFPA), Carmena Ferreira, explicou porque esses pedaços de terra flutuam. "Essa vegetação está com todas as raízes e essas prendem um pouco do substrato argiloso. Os pedaços que não possuem vegetação afundam no rio", afirmou a especialista.

Depois de passar pela orla de Afuá, a 'terra caída' encalhou em um trapiche local e deverá ser desencalhada por embarcações para que possa continuar seguindo o fluxo das correntes fluviais. Órgãos municipais temem que a população possam tentar subir na 'ilha', além de possíveis prejuízos causados à empresa proprietária do trapiche onde ela encalhou.
O povo
Postagem Anterior Próxima Postagem