Tamboril: Polícia Militar recupera moto roubada, aprende armas e conduz para delegacia uma mulher e quatro homens


Uma grande ação policial em Tamboril resultou na apreensão de armas, entre elas uma pistola de fabricação israelense; munições; recuperação de veículo e condução de uma mulher, um homem maior de idade e três menores para a Delegacia Regional de Crateús.

O trabalho policial aconteceu na manhã deste domingo (16), depois que a polícia recebeu informações de um assalto na noite do sábado na comunidade de Ventura, na região de Açudinho, zona rural de Tamboril, quando homens armados arrombaram a residência de uma viúva e tomaram de assalto uma motocicleta.

A dupla agiu com rapidez e violência chegando a destruir o roteador de internet, deixando a vítima sem comunicação e fugindo em seguida.

Nas diligências realizadas pela polícia neste domingo, chegou uma denúncia anônima de que três suspeitos teriam adentraram em uma residência na Vila Casa Grande. No local a polícia localizou três adolescentes, sendo dois de Monsenhor Tabosa e um de Tamboril. Um dos menores confessaram a autoria do assalto da moto no interior.

A proprietária do local onde eles estavam disse que não sabia de nada deles. Um sobrinho da dona da casa disse que os acusados pediram para toma banho no local e a tia acabou ajudando, mas sem saber de nada.

Os acusados confessaram o roubo da moto e ainda por cima estavam armados com um resolver e uma pistola. Eles levaram a polícia até o local onde a moto estava escondida. Um terreno próximo à estrada que dá acesso a comunidade de Vazante Carão.

Na continuidade das ações a polícia prendeu ainda a pessoa de Francisco Ferdinando Matos, morador da Vila São José. Ele estava armado com um revólver calibre 22 e foi solto mediante pagamento de fiança no valor de R$ 600,00 (seiscentos reais).

Também foi conduzida para a Delegacia, a pessoa de Carlene Araújo de Souza. Ela ficou presa por conta de um mandado de prisão contra que existe contra ela, referente a uma chacina que teria ocorrido em Guaraciaba do Norte.

Em tempo
A dona da casa foi ouvida como testemunha. Já os três menores ouvidos e liberados.

Blog do Manuel Sales
Postagem Anterior Próxima Postagem