Tradição política: Pai da governadora Izolda Cela já foi prefeito de Santa Quitéria


A posse de Izolda Cela neste sábado (02) como a primeira mulher governadora do Ceará coloca o município de Santa Quitéria novamente no centro do poder cearense depois de 87 anos, quando o quiteriense Menezes Pimentel assumiu o cargo máximo do Executivo estadual.

A família da governadora tem raízes fortes na tradição política local, tendo o seu pai Afonso Walter Magalhães Pinto sido o interventor do Município de 1945 a 1946; e o avô João Rodrigues Pinto, prefeito por dois mandatos (1918 a 1920 / 1928 a 1930).

Dr. Afonso Walter foi médico cardiologista, tendo atendido a população quiteriense sempre que era solicitado pelos seus conterrâneos. Em 1962, disputou de maneira acirrada a Prefeitura Municipal contra Francisco de Assis Parente “Xixi Parente”. O mesmo faleceu em setembro de 1969, após nove meses enfrentando uma doença.

Hoje, dá nome através de Lei Municipal ao bairro popularmente conhecido por Portal das Areias, na saída para Sobral. Em setembro passado, a Câmara Municipal de Santa Quitéria prestou homenagem com o troféu Afonso Walter Magalhães Pinto, entregue a Izolda e outros políticos locais durante o lançamento de um livro sobre o legislativo quiteriense, do escritor Aécio Braga.


No ano de 2012, a governadora, que até então ocupava o cargo de Secretária Estadual da Educação, recebeu em 28 de junho o Título de Cidadã Quiteriense, por sugestão e autoria da ex-vereadora Quitéria Mororó.
Postagem Anterior Próxima Postagem