"A 3ª dose continua fortemente recomendada", afirma Izolda após retirar D3 do passaporte da vacina


A apresentação do comprovante da vacina contra Covid-19 continua necessária para entrar em alguns ambientes no Ceará. Entretanto, a dose de reforço ou terceira dose (D3) deixou de ser obrigatória no documento. Na manhã deste sábado, 30, a governadora Izolda Cela esteve na entrega de boxes da Feirinha da Beira Mar e foi indagada sobre a decisão. "A terceira dose continua sendo fortemente recomendada e é muito importante", respondeu.                                 

A Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) explicou que os dados "mostram que as coberturas vacinais avançaram muito nos grupos mais vulneráveis do Estado e que mais de 91% dos idosos a partir de 60 anos já estão com a dose de reforço aplicada". Ainda assim, as autoridades seguem sem explicar precisamente o porquê de, a partir de agora, ser necessário comprovar apenas duas aplicações.

De acordo com a governadora, o Estado tem mais de 60% de cobertura vacinal para a D3. "Queremos mais, queremos chegar bem próximo dessa cobertura de esquema completo hoje", afirma. "É provável que a vacinação contra a Covid-19 entre no calendário regular das vacinas para que a população siga se protegendo sempre. É provável que seja um vírus endêmico e que, portanto, precise das medidas de proteção regulares", defende. 

O Povo

Postagem Anterior Próxima Postagem