Brasil tem mais smartphones que pessoas, aponta levantamento da FGV

Reprodução/ Pixabay

Um levantamento anual feito pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) revela que o Brasil tem, atualmente, mais de um smartphone por habitante. O estudo, divulgado nesta quinta-feira (26/5), mostra que há no país 242 milhões de celulares em uso, enquanto a população, segundo projeção do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), é de 214,6 milhões de pessoas.

Ao incluir notebooks e tablets, o levantamento indica que há 352 milhões de dispositivos móveis no Brasil, o equivalente a 1,6 por pessoa. Os smartphones, no entanto, são os mais comercializados. Os dados mostram que são vendidos três vezes mais celulares do que televisões.

Adicionando computadores, o número impressiona ainda mais: são cerca de dois dispositivos digitais per capita.

“Temos 447 milhões de dispositivos digitais (computador, notebook, tablet e smartphone) em uso no Brasil (corporativo e doméstico), ou seja, mais de 2 dispositivos digitais por habitante em junho de 2022. O smartphone domina a maioria dos usos, como nos bancos, compras e mídias sociais”, diz o levantamento.

A pesquisa também constata que o Brasil vai chegar à marca de um computador (desktop, notebook e tablet) por habitante no início de 2023. Serão 216 milhões em uso até o começo do ano. As vendas dos aparelhos em 2021 tiveram um crescimento de 27%, com mais de 14 milhões de unidades comercializadas.

Para 2022, o levantamento da FGV estima um crescimento perto de 10%.

Metrópoles



Postagem Anterior Próxima Postagem