Homem é morto sufocado "em câmara de gás" dentro de viatura policial

Vítima foi presa dentro do porta-malas da viatura - Foto: Redes Sociais/Reprodução

Um homem foi morto após abordagem de policiais rodoviários federais no município de Umbaúba, litoral de Sergipe. O caso ocorreu na tarde desta quarta-feira, 25. Vídeos registrados por testemunhas mostram a vítima ser presa dentro no porta-malas de uma viatura da PRF-SE. Em seguida, é possível ver que os policiais jogam gás no compartimento. A vítima para de se contorcer minutos depois. Segundo a família da vítima, o homem tinha um transtorno mental.

Aviso: neste parágrafo, o texto contém informações que podem ser considerados gatilhos para parte dos leitores.
O homem foi identificado como Genivaldo de Jesus Santos. As filmagens registraram o momento em que Genivaldo é rendido por dois policiais, que prendem o homem no chão e o algemam. Em seguida, ele é colocado no porta-malas da viatura. Os moradores que estavam presentes no local presenciaram um dos policiais segurar a porta do porta-malas, enquanto o outro joga gás dentro do compartimento fechado. Quando os policiais voltam a abrir o porta-malas, o homem já não apresenta reações.

Wallyson de Jesus, sobrinho da vítima que presenciou a ação, declarou que o tio foi parado enquanto pilotava uma motocicleta. "Eu informei aos agentes que o meu tio tinha transtorno mental. Eles pediram para que ele levantasse as mãos e encontraram no bolso dele cartelas de medicamentos. Meu tio ficou nervoso e perguntou o que tinha feito. Eu pedi que ele se acalmasse e que me ouvisse”, declarou.

O sobrinho da vítima ainda relatou que tentou dialogar com os agentes, mas não foi ouvido. Segundo ele, os policiais, durante a abordagem, ainda fizeram uso de spray de pimenta. "[Os policiais] foram para delegacia, mas meu tio já chegou lá desacordado. Diante disso, os policiais levaram ele para o hospital, mas já era tarde”, conta o sobrinho da vítima.

Ao ser questionada, a assessoria da PRF-SE informou que o homem teria "resistido ativamente" a abordagem da equipe policial. Em razão da agressividade do abordado, técnicas de imobilização e instrumentos de menor potencial ofensivo teriam sido utilizadas como forma de contenção. Segundo o órgão, no trajeto para levar Genivaldo a delegacia, "o abordado veio a passar mal e foi socorrido de imediato ao Hospital José Nailson Moura, onde posteriormente foi atendido e constatado o óbito", disse a PRF, em nota. A Polícia Civil de Sergipe declarou que familiares e testemunhas prestaram depoimento na delegacia da cidade.
O Povo Online
Postagem Anterior Próxima Postagem