Homem permite que cachorro mate gato e diz que é "instinto" do animal no Ceará

Foto: Via WhatsApp O POVO
A Polícia Civil do Ceará apura um caso de maus-tratos contra um gato, ocorrido no bairro Coaçu, em Pacajus, na Região Metropolitana de Fortaleza, nessa terça-feira, 17. Imagens de câmeras de seguranças auxiliam o trabalho dos agentes que atuam por meio da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA). O órgão ressalta que as pessoas que presenciaram o crime devem noticiar o caso, auxiliando nas investigações.

Em imagens recebidas pelo O POVO, é possível ver um homem conduzindo dois cachorros em coleiras, sendo que um deles morde um gato que estava na rua e não é impedido pelo tutor. Questionado por pessoas que estavam próximas ao local, o homem tentou justificar a agressão, afirmando que trata-se do “instinto” do cachorro. Ele ainda avançou em cima de uma pessoa que estava gravando a cena, ameaçando agredi-la.

Uma das moradoras da rua onde o vídeo foi registrado, que terá sua identidade preservada, disse que acordou assustada com a movimentação no local e contou que o homem passa todos os dias pela rua. “Foi muito triste a cena, ele não fez nada enquanto o cachorro estava estrangulando o gatinho”, lamentou, afirmando que o cachorro nunca usa focinheira.

“Nós queremos que a justiça tome os animais dele, que não são só os cachorros que aparecem no vídeo. Ele não tem condições de acolher os cachorros e os usa para perseguir outros animais. Todo mundo fica revoltado com essas cenas, é horrível”, enfatiza a mulher. Segundo ela, uma vizinha registrou Boletim de Ocorrência e anexou os vídeos gravados.

O povo
Postagem Anterior Próxima Postagem