Mãe e bebê morrem após casa incendiar; celular pode ser causa do fogo

Foto: Reprodução

Uma mulher de 30 anos e o filho dela, de 2, morreram após uma casa pegar fogo, em São Domingos, região nordeste de Goiás, a 640 km da capital. Moradores disseram que eles próprios apagaram as chamas do imóvel porque não há quartel do Corpo de Bombeiros na cidade.

Os vizinhos contaram que o causador do fogo pode ter sido um celular que estava carregando em uma tomada. Eliete Carvalho de Jesus e Davi Carvalho da Silva não chegaram a ser levados para o hospital porque já estavam mortos quando o incêndio foi combatido, no sábado (21/5), no Setor Aeroporto.

Assim que viram a casa pegar fogo, os moradoers acionaram a Polícia Militar e os bombeiros, mas as chamas já haviam tomado conta do local.

Os vizinhos, que não quiseram se identificar, contaram à TV Anhanguera que o tempo de espera de uma equipe não seria suficiente para salvar mãe e filho, já que, segundo eles, os militares demorariam mais de uma hora na estrada.

Depois de chegar ao local, a equipe do Corpo de Bombeiros verificou o imóvel e constatou que as chamas destruíram a sala da casa. Uma perícia foi feita no local. Um laudo deve apontar as causas do incêndio.

O Corpo de Bombeiros de Goiás informou que a prefeitura pode solicitar a instalação do quartel na cidade, mas o pedido deverá passar por um estudo técnico para a definição da instalação.

O Metrópoles não obteve retorno da Prefeitura de São Domingos até o momento em que publicou este texto, mas o espaço segue aberto para manifestações.

Metrópoles
Postagem Anterior Próxima Postagem