Policiais rodoviários federais fazem protesto no Ceará pela valorização da carreira

Foto: Darley Melo/ SVM

Policiais rodoviários federais realizaram um protesto para reivindicar a reestruturação da carreira e valorização da categoria, na manhã desta quinta-feira (26), em Fortaleza. O ato contou com uma caminhada que saiu da sede do sindicato da categoria, no Bairro Cajazeiras, em direção ao prédio da superintendência da PRF, no Bairro Cajazeiras.

Exibindo cartazes com mensagens direcionadas ao presidente Jair Bolsonaro (PL) e cruzes em representação a morte de agentes, dezenas de manifestantes passaram pela rodovia BR-116, em um ato pacífico.

Segundo Erivaldo Silva, presidente do Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais no Estado do Ceará (SINDPRF-CE), o ato foi motivado pelo não cumprimento de compromisso público feito pelo Presidente da República de valorização da carreira de policial rodoviário federal.

"Quando você enfraquece a instituição policial, aumenta o número de mortes, aumenta a criminalidade, esse é sentimento e a insatisfação da polícia rodoviária federal hoje, que luta pela pela reestruturação da carreira policial", disse Erivaldo .

Policiais rodoviários federais realizaram um protesto para reivindicar a reestruturação da carreira e valorização da categoria, na manhã desta quinta-feira (26), em Fortaleza. O ato contou com uma caminhada que saiu da sede do sindicato da categoria, no Bairro Cajazeiras, em direção ao prédio da superintendência da PRF, no Bairro Cajazeiras.

Exibindo cartazes com mensagens direcionadas ao presidente Jair Bolsonaro (PL) e cruzes em representação a morte de agentes, dezenas de manifestantes passaram pela rodovia BR-116, em um ato pacífico.

Segundo Erivaldo Silva, presidente do Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais no Estado do Ceará (SINDPRF-CE), o ato foi motivado pelo não cumprimento de compromisso público feito pelo Presidente da República de valorização da carreira de policial rodoviário federal.

"Quando você enfraquece a instituição policial, aumenta o número de mortes, aumenta a criminalidade, esse é sentimento e a insatisfação da polícia rodoviária federal hoje, que luta pela pela reestruturação da carreira policial", disse Erivaldo .

G1 CE


Postagem Anterior Próxima Postagem