Corpo de Bombeiros do Ceará implanta o Projeto Social Protetor da Mata Branca

Corpo de Bombeiros implanta o Projeto Social Protetor da Mata Branca - Foto: Divulgação

Na manhã desta quarta-feira, (15), o Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (CBMCE) implantou o Projeto Social Protetor da Mata Branca. A solenidade ocorreu no auditório do IFCE em Crateús com a presença de representantes do poder legislativo local, das forças de segurança como também a presença dos alunos dos projetos JBV e PSBS Crateús.

De acordo com o tenente coronel Homero Catunda, “este projeto tem como principal objetivo capacitar agricultores de localidades mais distantes no combate aos incêndios florestais”, comentou o comandante do Centro de Treinamento e Desenvolvimento Humano (CTDH).

Prestigiaram a implantação da iniciativa, as seguintes autoridades: Doutora Lígia, Vice Prefeita de Santa Quitéria. Vereador Deusimar, Presidente da câmara municipal de Crateús. Cacique Rosinha Potiguara, da Comunidade Indígena do Distrito de Jucás em Monsenhor Tabosa. Senhor Ari Loureiro Secretário de Segurança Pública municipal de Santa Quitéria. Senhor Avelino Viana, Secretario de Meio Ambiente de Catunda. Professor Aglodoaldo, Diretor do IFCE-Crateús. Tenente Coronel PM Vicente, Comandante do 7º BPM. O Tenente Coronel BM Sousa, Comandante do 3º BBM. Tenente Coronel PM Ribamar, CIOPAER. Major BM Prado, Comandante da 3ªCia/3ºBBM. ST EB Tenessy, representando o Comando do 40ª BI.

Projeto Social Protetor da Mata Branca
A princípio, todos os anos, notadamente no segundo semestre do ano, o interior do Estado do Ceará se vê diante de uma grande incidência de incêndios florestais, o que tem causado um impacto ambiental relevante, destruindo a fauna e a flora locais, bem como atingindo em escala acentuada as propriedades rurais.

O Corpo de Bombeiros Militar mobiliza um grande efetivo, viaturas e equipamentos para o combate direto aos incêndios florestais, entretanto os desafios são enormes, quer pela extensão desses sinistros, quer pela difícil acessibilidade aos locais mais distantes, somado as condições de trafegabilidade no terreno que dificultam a mobilidade.

Como também, ciente desses desafios, o Corpo de Bombeiros Militar do Ceará, por meio do Centro de Treinamento e Desenvolvimento Humano (CTDH), implantou um projeto piloto na 2ª Companhia do 3º Batalhão Bombeiros Militar (2ªCia/3ºBBM), com sede em Crateús, o Projeto Social Protetor da Mata Branca.

Mata Branca
Assim como, a Caatinga, na língua Tupi Guarani significa Mata Branca, está presente em quase todo o interior do Estado do Ceará. Esse Projeto visa capacitar os agricultores das comunidades rurais mais distantes para as primeiras ações de prevenção e combate a incêndio florestal, estabelecendo vínculos do CBMCE com os agricultores, facilitando a comunicação no atendimento das ocorrências, mapeando as rotas mais acessíveis aos locais sinistrados, qualificando assim a primeira resposta no enfrentamento aos incêndios florestais.
Ascom CBMCE
Postagem Anterior Próxima Postagem