Demora no atendimento em posto de saúde acaba em tapas e cusparadas

Foto: Reprodução

Pacientes e funcionários de um posto de saúde de Dourados (MS) se envolveram em uma briga com tapas, chutes e cusparadas, nessa quinta-feira (2/6), por causa da demora no atendimento.

De acordo com o registro da ocorrência, um casal, cuja mulher está grávida, havia marcado uma consulta para terça-feira (1º/6) às 7h. Os dois só chegaram ao local, no entanto, às 9h30 foram remarcados para retornar na quinta.

Para não correrem o risco de perderem, novamente, a consulta, o homem e a mulher chegaram bem cedo ao local, às 7h. Conforme o relato policial, os dois reivindicaram prioridade no atendimento, mas foram informados pela coordenadora da unidade de saúde que o atendimento prioritário no dia era para idosos e que eles deveriam aguardar.

Instantes depois, uma médica chamou o casal, mas a gestante ainda não havia passado pela triagem. Nesse momento, foi solicitado que eles aguardassem um pouco mais para fazerem o procedimento, e foi aí que a confusão começou.

O homem, bastante nervoso, conforme o boletim de ocorrência, agrediu a coordenadora do posto de saúde com chutes e cusparadas. Ele, ainda, teria xingado a mulher. “Atende logo a gente, você é minha empregada, eu que pago seu salário”, disse ele, de acordo com o registrado pela polícia. A coordenadora teria revidado com um tapa no rosto do homem e três funcionários do local tentaram conter a briga, mas também foram agredidos com cusparadas e arranhões.

Todos os envolvidos foram levados para a delegacia. O homem contou que o atendimento estava demorando e que ele e a esposa estavam sendo direcionados de um lado para o outro no posto de saúde, sem serem atendidos de fato.

O caso foi registrado como vias de fato e perturbação do trabalho e do sossego alheio.

Metrópoles
Postagem Anterior Próxima Postagem