Em 20 dias de junho, Ceará já tem mais do que o dobro dos casos de Covid-19 registrados em maio

De um mês para o outro o aumento foi de 127% no número de casos - Foto: Divulgação

Faltando dez dias para o fim do mês de junho, o Ceará já registrou mais do que o dobro do número de casos de Covid-19 contabilizados em todo o mês de maio. O número de confirmações da infecção saiu de 1.989 para 4.517 entre um intervalo e outro. O que representa um aumento de 127%.

Até o dia 20 deste mês, 146 municípios já tiveram registros da doença. No mês anterior, 134 municípios apresentaram casos. Os dados são da plataforma IntegraSUS, da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa), atualizada nessa terça-feira, 21, às 7h47min. 

Apesar do aumento da transmissão do vírus, o número de casos não apresentou aumento. Foram 11 casos em maio e quatro em junho. 

A maior incidência de casos — número de casos confirmados por 100 mil habitantes — neste mês é observada no município de Guaramiranga, com índice de 288,9. Logo em seguida, as cidades de Quixeré (225,7), Santa Quitéria (176,2), Eusébio (175,3) e Barbalha (172,4) somam a maior incidência da infecção. 

Em números totais, o município com mais casos registrados é a Capital: 2.086. Em maio, foram contabilizados 985 casos. De um mês para o outro, a incidência em Fortaleza saiu de 36,9 para 78,1, conforme a plataforma de dados.

Municípios 
Silvana Soares de Souza, secretária da Saúde de Guaramiranga, o município tem "16 pacientes positivos, em isolamento domiciliar, apresentando sintomas leves". "Essa alta no índice se deve a nossa população que é a segunda menor do estado, onde qualquer caso impacta diretamente em alta", explica.

No caso de Santa Quitéria, conforme Igor Vale, secretário da Saúde, o aumento do indicador se deu em razão do "protocolo testagem em massa de todos os pacientes que apresentarem qualquer sintoma gripal, respiratório ou gastrointestinal".

De acordo com o gestor, a demanda por assistência segue grande desde o início de janeiro, período no qual houve aumento das viroses não relacionadas à Covid-19. "Se manteve estável, só que agora com uma inversão dos casos de síndrome gripal sendo causados predominantemente por Covid-19", detalha.

Josete Malheiros, titular da Saúde de Eusébio, diz que aumento se deve "fundamentalmente a testagem que temos realizado". "Somos proporcionalmente um dos municípios que mais realiza testes para Covid-19 no Ceará."

Com redução da procura por testagem, partir de maio a pasta mudou a estratégia, "adotando via de regra o teste rápido, tipo antígeno, cujo resultado sai em até 15 minutos". "Isso de modo descentralizado, em todos os postos de saúde, o que permitiu rastrear casos positivos, logo nos primeiros sintomas e realizar busca ativa de contactantes", frisou.

Em Eusébio, a demanda assistencial tem aumentado, mas os casos tem se manifestado de modo leve a moderado, reflexo da cobertura vacinal. "Temos feito chamadas para se retomar o uso de máscaras, como medida essencial de redução da transmissão", acrescenta o secretário, sobre as medidas de contenção.

Em Barbalha, 30% dos testes realizados para Covid-19 têm resultado positivo, conforme a secretária de saúde Sheyla Martins. Ela ressalta que os pacientes tem quadros leves devido à imunização. O último óbito no município foi registrado no dia 26 de março. Atualmente, há 3 pacientes em UTI. 

"Esse último decreto municipal que está em vigor reforça o uso da máscara, tornando obrigatório nas dependências educacionais e em toda repartição pública, enfatizando a importância de usar máscara mesmo em ambientes abertos que tenham aglomeração ou em qualquer ambientes fechados", salienta. 

O POVO não conseguiu contato com a Prefeitura de Quixeré. 
O Povo Online
Postagem Anterior Próxima Postagem