Família procura chinês desaparecido há dois dias no Ceará

Foto: PCCE/Divulgação

Uma família de Fortaleza está à procura do chinês Li Weixiong, desaparecido desde a manhã do domingo (12). De acordo com a mulher do chinês, Maria Estacília, o marido saiu de casa pela manhã dizendo que retornaria logo; porém, ele não voltou para casa.

Li Weixiong mora em Fortaleza, tem seis filhos e trabalha como gerente de uma floricultura no Centro da cidade, segundo o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, que investiga o desaparecimento. Ainda de acordo com a polícia, o chinês não possui antecedentes criminais.

Contato com consulado chinês

Em depoimento para polícia, a mulher do chinês afirmou que a última vez que ele foi visto foi no domingo no Bairro Benfica. Ele vestia uma bermuda branca, camisa verde e chinelo branco.

Maria Estacília afirmou que o marido sempre retornava as ligações e mensagens quando saía de casa; mas no domingo ele deixou de responder.

"Ele acostumava me dizer para aonde estava indo. Eu chegava ainda a ligar para ele. Ele mandava mensagens de WhatsApp, ele falava aonde estava e dizia quando ia voltar. Quando foi no domingo, eu mandei mensagem e não foi visualizada por volta das dez e meia da noite. Aí eu decidi esperar até meia-noite. Tem alguma coisa errada."

A mulher disse ainda que já entrou em contato com o consulado da China e espera reencontrar o marido.

"Até o advogado da empresa entrou em contato com o consulado da China. O cônsul ontem [segunda-feira] mesmo ia entrar em contato com cônsul-geral da China. Minha esperança é que a mãe dele venha ao Brasil. Espero que ele seja encontrado. Que volte e que vou cuidar dele e o que precisar eu vou estar ali do lado", diz a mulher.

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa pede que pessoas com informação sobre o paradeiro de Li Weixiong liguem para o número (85) 3257.4807.

G1 CE
Postagem Anterior Próxima Postagem