Genro é indiciado por chamar ex-sogra de “galinha preta de macumba”

Vinícius Schmidt/Metrópoles

Um homem foi indiciado por injúria racial contra a ex-sogra, após chamá-la de “galinha preta de macumba” para a filha dela. O caso, que aconteceu no último mês de maio na cidade de Pontalina, no sul goiano, foi investigado pela Polícia Civil.

De acordo com a corporação, o suspeito, que já foi genro da vítima, possui vários desentendimentos familiares com ela. A mulher procurou a delegacia para denunciar o crime, alguns após ter conhecimento das ofensas feitas pelo homem.

Apesar de ter sido indiciado, o suspeito do crime está em liberdade e não será preso preventivamente, pois a situação não fornece suporte legal para isso, conforme o delegado responsável pelo caso, Pedro Democh.

Segundo a polícia, nos casos de injúria racial o crime é praticado através de ofensas envolvendo a raça, cor, etnia, religião ou origem da vítima. Dada a gravidade do delito, o entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF) é de que se trata de uma espécie do gênero de racismo e, portanto, imprescritível.

Metrópoles
Postagem Anterior Próxima Postagem