Trio suspeito de homicídio e ocultação de cadáver é preso em flagrante no Ceará

O trio foi preso suspeitos de ocultação de cadáver - Foto: Divulgação/PC-CE

Uma ação da Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE) resultou nas prisões em flagrantes de três pessoas envolvidas em um homicídio e ocultação de cadáver, que vitimou um homem de 19 anos, registrado no último domingo (5). O trio, uma mulher, de 22 anos, e dois homens, de 34 e 38 anos, é suspeito de ser partícipe do crime. As prisões ocorreram na segunda-feira (6), no bairro Papicu, em Fortaleza.

Já o corpo da vítima foi localizado, em uma cova rasa, nas proximidades de uma lagoa onde fica localizada a Comunidade do Pau Fininho, no início da noite dessa quarta-feira (08), após buscas realizadas pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e a Companhia de Busca, Resgate e Salvamento com Cães (Cbresc), do Corpo de Bombeiros Militares do Ceará (CBMCE).

Segundo os primeiros levantamentos policiais, os suspeitos teriam invadido uma residência, na tarde do último domingo (5), no bairro Papicu, e arrebatado a vítima que foi levada para a Comunidade Pau Fininho, onde foi morto por um instrumento perfurocortante. Ainda segundo informações policiais, a motivação do crime está relacionadas à rivalidade entre grupos criminosos. Visto que o irmão da vítima seria integrante de um grupo rival ao dos executores.

Após tomar conhecimento dos fatos, policiais civis iniciaram diligências que resultaram nas prisões em flagrante de três suspeitos identificados como Amanda Santos Bezerra (22), com duas passagens por homicídio doloso, uma por tráfico de drogas e outra por dano; Carlos Henrique do Nascimento (38), com passagens por porte ilegal de arma de fogo, roubo, furto e uso de drogas, e Wilame de Lima Balbino (34), com uma passagem por homicídio, duas passagens por tráfico de drogas e uma por roubo.

Os capturados foram conduzidos para o DHPP, unidade responsável pelas investigações, onde foram autuados em flagrante pelos crimes de homicídio, ocultação de cadáver e por integrar coletivo criminoso. Três aparelhos celulares foram apreendidos. A PC-CE segue em diligências com o objetivo de identificar e capturar outros indivíduos partícipes do crime.

Ascom PC-CE
Postagem Anterior Próxima Postagem