Agente de trânsito embriagado cambaleia e cai ao tentar conduzir moto no Ceará

 Foto: Reprodução

Um agente de trânsito foi flagrado tentando conduzir uma motocicleta em estado de embriaguez na cidade de Ipu, no interior do Ceará. As imagens, que mostram o homem cambaleando e caindo ao tentar subir no veículo, foram compartilhadas nas redes sociais na última quarta-feira (27/09).

Nas imagens mostra o homem à paisana, parado em uma das vias do município. Em determinado momento, ele tentar pilotar a moto, mas se desequilibra e cai na pista.

Conforme a Autarquia Municipal de Trânsito de Ipu, o agente etá afastado das funções desde maio de 2021, devido a problemas com álcool, e atualmente exerce atividades administrativas em outras instituições.

De acordo com o órgão, o homem está fazendo acompanhamento psicológico no Centro de Atenção Psicossocial (Caps) da cidade, inclusive, com uso de medicamento controlado.

A Autarquia informou ainda, que durante o período de afastamento o agente já se envolveu em outras infrações de trânsito, estando atualmente respondendo a processos administrativos e criminais.

"Não existe, até a presente data, qualquer determinação judicial que proíba o servidor de exercer atividades administrativas e/ou a perda da sua Carteira Nacional de Habilitação por pontuação", afirmou a AMCI.

Tentativa de conduzir moto embriagado

Sobre o fato flagrado por uma testemunha que gravou o agente tentando trafegar em uma moto embriagado, a Autarquia Municipal informou que na ocasião o servidor estava fora do horário do serviço e após o órgão receber a denúncia foi enviada uma equipe ao local.

Porém, quando os agentes chegaram ao endereço encontraram apenas a moto abandonada e não sendo conduzida pelo mesmo. O veículo foi apreendido.

"Lamentamos profundamente que fatos dessa natureza ocorra, todavia, que uma atitude isolada, causada por ato irresponsável de servidor fora do horário de serviço, não pode de maneira nenhuma denegrir a imagem ilibada e o trabalho digno desenvolvido pelos Agentes de Trânsito de Ipu em prol de um trânsito seguro para a população ipuense."

Órgão de trânsito disse ainda que todas as medidas administrativas estão sendo tomadas para a apuração dos fatos.

Segundo o Código de Trânsito Brasileiro, conduzir veículo automotor com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool ou de outra substância psicoativa que determine dependência configura o crime de embriaguez ao volante.

A infração prevê pena de detenção, de seis meses a três anos, multa e suspensão ou proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir.

G1 CE

Postagem Anterior Próxima Postagem