Ciro acusa Lula de destruir "amizade de 50 anos" no Ceará e critica aliança PT-MDB

Foto: Thais Mesquita/OPOVO

O candidato à Presidência da República pelo PDT, Ciro Gomes, afirmou que o ex-presidente Lula (PT), também em campanha ao Palácio do Planalto, atuou de forma considerável para agravar o racha e os desafetos entre aliados da base do governo cearense. Durante entrevista ao vivo nesta quarta-feira, 27, realizada pela GloboNews, o ex-ministro acusou o petista de destruir "amizade de 50 anos" no Ceará e elogiou o candidato do PDT ao Palácio da Abolição, Roberto Cláudio. 

"Chegou o Lula lá [Ceará] recentemente, esbandalhou tudo. Isso aí, sabe, amizade de 50 anos. Eu sou do ramo, sou da luta. Então o partido lá (PDT) está organizado, está unido, enfim, quem vai fazer a campanha lá, Roberto Cláudio, que é disparado o melhor candidato. E assim não é por por afeto meu. Qualquer um dos pré-candidatos do PDT teria atributos extraordinário, mas ele é absolutamente fora de série. Foi o melhor prefeito da história de Fortaleza", disse Ciro.

O PDT, entretanto, não está unido, como afirma o ex-ministro. Apenas nesta quinta, dois prefeitos da sigla - de Chorozinho e Horizonte - anunciaram desfiliação para apoiar o nome do deputado Elmano de Freitas (PT) ao Governo. Os irmãos Ivo e Cid Gomes, do PDT, não declaram apoio a RC nem participaram da convenção do pedetista. 

Na sequência, o ex-ministro criticou as negociações em curso entre PT e MDB para as eleições estaduais. "Agora vai ver quem é o candidato que o Lula está fazendo e com quem que ele está fazendo. Está lá agarrado com Eunício Oliveira, meu irmão. Eunício Oliveira indicando vice, candidato do PT do Senado, candidato do PT pro governador, uma goela, porque está todo mundo na ilusão de quem o Lula mandar, o povo vai votar", continuou o pedetista.

Ainda sobre o cenário eleitoral, Ciro citou a oposição ao afirmar que seu grupo político está na "iminência de perder uma eleição" para o presidente do União Brasil no estado, Capitão Wagner, o qual chamou de "amotinado da PM do Ceará". "É um nível de irresponsabilidade do que o senhor Luiz Inácio Lula da Silva tem. Amizade assim coisas de 100 anos, 100 não, mas 50 bem contados na lata do lixo", finalizou.

O povo  


Postagem Anterior Próxima Postagem