Homem é preso por suspeita de manter a mulher e os 2 filhos em cárcere privado por 17 anos

Luiz Antonio Santos Silva foi preso por manter a família em cárcere privado — Foto: Reprodução

Um homem foi preso, nesta quinta-feira (28), acusado de manter a esposa e dois filhos em cárcere privado por 17 anos. Além de esconder a família de todos, ele ainda fazia outros ritos de crueldade com o trio na casa, que fica em Guaratiba, zona Oeste do Rio.

Segundo o G1, Luiz Antônio Santos Silva é conhecido pela vizinhança como DJ, porque costumava colocar som muito alto a qualquer hora do dia. Mas essa atitude era para abafar os gritos de socorro da família, que não conseguiram fugir durante anos. 

“Ele mantinha ela e as duas crianças em cárcere privado e é até emocionante estar falando. Vimos o estado que as duas crianças saíram daqui e mais uma semana, acho que não iria mais sobreviver”, contou uma vizinha sobre os jovens de 19 e 22 anos, que foram flagrados em estado de subnutrição e tinham aparência de criança.

Casa onde a família foi encontrada — Foto: Reprodução

A polícia conseguiu chegar até a casa após uma denúncia anônima. Na residência, a cena era de crueldade. A mulher e os filhos estavam com quadro de desidratação e desnutrição grave, segundo a Secretaria Municipal de Saúde. 

Apesar do caso ter vindo à tona só agora, moradores contaram que já tinham feito denúncias no posto de saúde do bairro, além do Conselho Tutelar, mas que nada foi resolvido e a família continuou sendo maltratada. O caso será investigado pela 43ª DP.
Jornal Correio
Postagem Anterior Próxima Postagem