Operação contra prestadora de serviços médicos à Secretaria de Saúde do Ceará apreende mais de R$ 120 mil

Na operação foram apreendidos mais de R$ 120 mil - Foto: Divulgação/PC-CE

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE) deflagrou, nessa quinta-feira (30), a Operação Karkinos, com a finalidade de aprofundar as investigações sobre indícios de fraudes envolvendo a Cooperativa de Trabalho de Atendimento Pré-Hospitalar LTDA (Coaph), prestadora de serviços médicos/hospitalares à Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa). Ao todo, sete mandados de busca e de apreensão foram cumpridos, resultando nas apreensões de valores em reais (R$ 120.967,00) e também em dólar ($ 3.700). Eletroeletrônicos e documentos também foram apreendidos na ofensiva.

Os trabalhos investigativos iniciaram após a realização de uma auditoria realizada pela própria Secretaria da Saúde. À época, foram encontrados indícios do funcionamento de um esquema criminoso de favorecimento financeiro indevido, envolvendo gestores e profissionais de saúde, ligados à Coaph, e que prestavam serviço ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu Ceará).

Com isso, a Polícia Civil representou pelos mandados de busca e apreensão com objetivo de investigar crimes de fraude de licitação, peculato, corrupção ativa, corrupção passiva, associação criminosa e lavagem de dinheiro. As ordens judiciais foram expedidas pelo Poder Judiciário da Comarca de Fortaleza.

Com as decisões expedidas e em mão, cerca de 50 policiais estiveram em diligências e foram até os imóveis alvo das investigações. Nas casas, situadas em bairros de Fortaleza e do Eusébio, além do dinheiro apreendido, computadores, aparelhos celulares, HDs, pen drives e documentos foram recolhidos. O material passará por perícia. As investigações seguem em andamento. As demais informações serão preservadas para não comprometer o trabalho policial.
Ascom PC-CE
Postagem Anterior Próxima Postagem