Professor de inglês vira réu por abuso sexual de crianças no interior do Ceará

Foto de apoio ilustrativo. Professor de inglês foi preso e levado à Delegacia Municipal de Beberibe, da Polícia Civil do Ceará. Ele continua detido - Foto: Divulgação

A Justiça aceitou a denúncia do Ministério Público Estadual (MPCE) contra um professor de inglês acusado de abusar sexualmente de crianças de uma escola de Beberibe, no Litoral Leste do Estado. Na decisão, tomada nesta segunda-feira, 25, também viraram réus a esposa dele e a diretora da escola onde ele lecionava, acusadas de consentirem com os crimes.

O professor, que tem 29 anos, havia sido preso em 15 de junho último por força de um mandado de prisão preventiva pelo crime de estupro de vulnerável. Quando o homem foi indiciado, em 24 de junho, a Polícia Civil informou que oito vítimas denunciaram o caso.

Eram todas meninas e tinham idade entre 6 e 11 anos, informou a delegada Ana Scotti, titular da Delegacia Municipal de Beberibe. Os crimes ocorriam já há quatro anos, conforme os relatos. Além dos abusos ocorridos na escola, também surgiu uma outra vítima de uma academia de jiu-jitsu em que o réu também dava aulas.

De acordo com as denúncias, o professor tocaria de maneira sexual as crianças, algumas vezes, até mesmo dentro da sala de aula e na frente de outros alunos. A primeira denúncia surgiu quando os pais notaram que a filha, subitamente, não queria mais ir às aulas de inglês.

A menina, então, falou do abuso e a mãe passou a falar com outros responsáveis a respeito. Foi quando ela descobriu que havia outros relatos de abusos. Os nomes dos réus não foram divulgados de forma a não permitir a identificação das vítimas. O caso tramita em segredo de justiça.
O Povo
Postagem Anterior Próxima Postagem