Roberto Cláudio faz convenção com grupo dividido, sem Cid e Ivo e com Ciro como estrela

Foto: Filipe Pereira

O PDT confirmará neste domingo, 24, a candidatura de Roberto Cláudio a governador do Ceará. A campanha tenta superar as divisões internas depois da disputa com a governadora Izolda Cela, que culminou com a votação que escolheu, por 55 a 29, o ex-prefeito como nome para disputar o Governo do Estado. Izolda reagiu contrariada por não poder tentar a reeleição. Desde então, o ex-governador Camilo Santana (PT) articula uma candidatura alternativa pelo PT.

Com as divisões após o processo, a própria família Ferreira Gomes enfrenta divergências. O pré-candidato a presidente, Ciro Gomes (PDT), deve ser a estrela da convenção, ao lado de Roberto Cláudio. Já o senador Cid Gomes e o prefeito de Sobral, Ivo Gomes, deverão estar ausentes.

O presidente do PSD, Domingos Filho, confirmou presença. Ele deverá ser confirmado candidato a vice-governador, cargo que já ocupou na segunda gestão de Cid Gomes (2011-2014). O PSD realiza convenção na noite deste domingo, em Tauá.

Já o nome do PT para o governo era esperado para sair em encontro no último sábado, mas houve adiamento a pedido de Camilo, na tentativa de negociar com partidos que hoje apoiam Roberto Cláudio. O mais cotado hoje é o deputado estadual Elmano de Freitas (PT). Mônica Paes de Andrade, casada com o ex-senador Eunício Oliveira (MDB), é cotada para vice. Camilo será o candidato a senador. 

O povo
Postagem Anterior Próxima Postagem