Teto de hospital desaba momentos antes de paciente grávida ser atendida, no Ceará

Forro do teto de uma das salas de atendimento de emergência do Hospital Gênesis, localizado no bairro Aldeota, em Fortaleza, desabou na manhã desta quinta-feira, 30 - Foto: Divulgação/Leitor via WhatsApp O POVO

O forro do teto de uma das salas de atendimento de emergência do Hospital Gênesis, localizado no bairro Aldeota, em Fortaleza, desabou na manhã desta quinta-feira, 30, por volta das 11h30min. O caso aconteceu momentos antes de uma paciente grávida de nove meses ser atendida no local. Na ocasião, também estavam presentes uma médica, uma assistente e o esposo da paciente.
      
Em entrevista, a paciente, que não quis ser identificada, relatou que foi buscar atendimento no hospital após sentir algumas contrações. “Eu comecei a conversar com a doutora e ela foi me atendendo e, no momento em que ela disse que tinha que me examinar, a gente estava à caminho para a sala ao lado para fazer o procedimento e foi quando a gente ouviu um barulho muito forte”, conta.

Ainda segundo ela, logo após o barulho, a assistente saiu correndo da sala. “Quando a gente viu, o teto de gesso já estava desabando em cima da cama e da sala toda. A gente saiu imediatamente correndo da sala assustados com o que houve”, disse.

A sala de atendimento, localizada no térreo da unidade hospitalar, possui dois compartimentos, sendo um destinado à conversa inicial com a médica e o outro destinado à realização de exames, local onde o teto desabou. "Foi um livramento de Deus. Poderia ter acontecido algo mais grave comigo ou com outra pessoa", destacou a mulher.

A paciente chegou a ser encaminhada para outra sala de atendimento. No entanto, ela conta que o local apresentava algumas rachaduras no gesso do teto. “Fui atendida nessa sala, mas com muito medo. Mesmo assim, eu fiz todos os procedimentos”, disse. No local, a paciente observou que apenas alguns funcionários da manutenção foram até o local onde o teto desabou.

O POVO procurou o Hospital Gênesis, por meio de ligação, na tarde desta quinta-feira, às 17h15min, para saber detalhes sobre o caso e se houve feridos. Por meio da Ouvidoria, o hospital informou que apenas a direção do local trata dos assuntos relacionados à imprensa. Até o fechamento desta matéria, o hospital não tinha retornado com explicações sobre o ocorrido.
O Povo Online
Postagem Anterior Próxima Postagem