Homem é preso quando recebia pacote com 48 espelhos de documento para falsificações, no Ceará

Polícia Civil apreende 48 espelhos de documentos para falsificações usados para aplicação de golpes em Fortaleza. — Foto: Rafaela Duarte/ SVM

Um homem de 57 anos foi preso, na tarde desta terça-feira (2), no momento em que recebia uma encomenda dos Correios com 48 espelhos de documentos para falsificações enviados da cidade de Ribeirão Preto (SP) para o Bairro Cristo Redentor, em Fortaleza.

A ação, realizada pela Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF), foi resultado de uma investigação da Polícia Civil sobre o uso de documentos falsificados que eram utilizados para os mais diversos golpes na capital. Conforme o delegado Carlos Teófilo, a qualidade das falsificações começou a chamar a atenção da polícia, que passou a investigar a origem dos documentos.

"Conseguimos identificar que esses documentos estavam vindo do estado de São Paulo e estavam sendo encaminhados a uma casa no Bairro Cristo Redentor. Nossa equipe da delegacia passou a monitorar essa residência durante cerca de uma semana, aguardando a chegada de algum tipo de correspondência, o que ocorreu na tarde de ontem", disse Carlos Teófilo.

Segundo o delegado, Antônio Carlos Silva Santos foi abordado pelos agentes do momento que recebeu o envelope do carteiro e afirmou para os agentes que a encomenda seria para o sobrinho dele, identificado apenas como "Charles".

"Conforme o Antônio Carlos, ele recebia as encomendas para o Charles em troca de dinheiro e o Charles, por sua vez, era responsável por solicitar e fazer a distribuição desses documentos que vinham de São Paula e dava uma destinação. A gente ainda não sabe se ele vendia ou ele mesmo praticava o golpe", falou o delegado.

Ao entrar na residência do suspeito, os agentes ainda encontraram 106 modelos para chips de aparelho celular e identificaram um furto de energia. "O que chama atenção é que também foram encontrados 106 modelos para chips na casa dele, o que um indício de que eles são também estelionatários, pois utilizam diversos números, para aplicar diversos golpes e depois se desfazem desses chips", afirmou o Carlos Teófilo.

Antônio Carlos foi autuado em flagrante por receptação e furto de energia. A Delegacia de Defraudações continua com as investigações para localizar o sobrinho do suspeito e outras pessoas envolvidas no crime.
G1 CE
Postagem Anterior Próxima Postagem