Izolda defende “não fazer da política cabo de guerra”

Foto: Fabiane de Paula/SVM

Em evento de abertura do semestre letivo na rede pública estadual, a governadora do Ceará, Izolda Cela, comunicou hoje, segunda-feira, 1, que espera contar com o apoio de parlamentares do seu ex-partido PDT nos últimos meses de sua gestão.

“A gente não pode fazer da política um lugar de cabo de guerra, de picuinha, e estar sacrificando o que é o interesse legítimo da população”, disse Izolda. As informações são do Diário do Nordeste.

“Minha decisão (de desfiliação) foi movida pelo contexto, pela configuração”, enfatizou. “Nós defendemos, o governador Camilo, eu, o senador Cid, defendemos, até o final, a manutenção da base de aliança, mas não foi possível”, finalizou.

Izolda também repercutiu a série de elogios que recebeu no último sábado (30), durante convenção do PT. “A primeira coisa é ser grata pelo crédito. E isso aumenta também a responsabilidade. Quando alguma referência positiva é feita a nós, só aumenta a responsabilidade de corresponder e de ser merecedora”, destacou.

Focus.jor
Postagem Anterior Próxima Postagem