Moradora do Ceará envia PIX a pessoa falecida e tenta recuperar o dinheiro

Foto: Arquivo pessoal

Uma fiscal de caixa da cidade de Fortaleza enviou um PIX de R$ 1 mil por engano para um homem já falecido e agora tenta recuperar o dinheiro. O caso aconteceu no dia 20 de julho e até este sábado (30) a cearense ainda não conseguiu resolver a situação.

Conforme a mulher, que não quer ser identificada, a irmã dela pediu para depositar o dinheiro na conta dela, para depois ela transferir de volta. Porém, quando foi realizar a transferência via PIX acabou digitando um número errado, fazendo com que o valor fosse parar na conta errada.

"Ela [irmã] me deu o número para eu enviar de volta, mas quando fui digitar eu estava com a minha filha de dois meses nos braços, foi muito rápido e eu não me atentei. Na hora de enviar o comprovante para ela percebi que estava no nome de outra pessoa", relatou a fiscal de caixa.

Segundo a mulher, ao perceber o erro, tentou entrar em contato com o banco, mas como já estava perto do horário de encerramento não conseguiu falar com nenhum atendente. Então, ele pesquisou na internet o nome do titular da conta para qual ela havia transferido o dinheiro da irmã.

Através da busca, a cearense encontrou o perfil do homem em uma rede social. Porém, para a surpresa dela, soube através da mãe dele sobre o falecimento.

"Lá [na rede social] eu percebi que a conta dele era bloqueada e a última atualização tinha sido em agosto de 2021. No Instagram dele tinha o perfil da mãe dele marcado, então eu entrei no dela, mandei mensagem explicando a situação e pedi para ela falar com o filho dela para devolver. Aí ela disse que não poderia me ajudar, pois o filho dela já faleceu", afirmou a cearense.

Em busca do dinheiro

Em busca de tentar reaver o valor, a mulher procurou ajuda na agência da Caixa da Avenida Osório de Paiva, no Bairro Vila Peri, na capital cearense, onde foi informada pelo gerente que só poderia reaver o dinheiro através do titular da conta ou, no caso de falecidos, através dos herdeiros.

"Entrei em contato com a mãe dele de novo e expliquei para ela. A mãe do dono da conta também compareceu ao banco para tentar me devolver o valor, mas informaram a ela que só seria possível com uma autorização judicial. Eu preciso desse dinheiro, pois não é meu", disse a mulher.

De acordo com a Caixa, a cliente procurou atendimento na agência Grande Bom Jardim e recebeu todos os esclarecimentos.

O banco afirma ainda que a devolução de valores recebidos por PIX é possível quando acordado entre as partes, ou por determinação judicial.

G1 CE
Postagem Anterior Próxima Postagem